Como manter a sua Estrela-de-Natal sem pragas e doenças?

Se lhe chamamarmos Euphorbia pulcherrima (que significa “a mais bela das eufórbias”), só os entendidos sabem do que falamos, mas se utilizarmos o seu nome comum, Estrela-de-Natal ou poinsétia (em Portugal), Flores de Noche Buena (no México), Christmas star ou Christmas flower (nos EUA), bico-de-papagaio ou rabo-de-arara (no Brasil), a sua identificação é imediata.
Originária do México, esta planta (que nos habituamos apenas a ver em vaso, mas pode atingir porte arbustivo) é muito utilizada para fins decorativos nesta época festiva, dada a vivacidade e contraste das suas cores – o vermelho (das suas folhas modificadas, as brácteas)  e o verde da camada envolvente, podendo também existir em branco, cor-de-laranja, verde pálido, marmoreadas, salpicadas...

Com os cuidados necessários, pode manter a sua planta muito para além desta quadra natalícia.
O que fazer então?

1º Localização ideal do vaso: para manter a planta com bom aspecto, coloque-a numa zona soalheira, com luminosidade natural. Não a coloque junto de uma janela onde haja temperaturas abaixo dos 13ºC, porque isso danifica as folhas.


Rega e nutrição: as plantas devem ser regadas frequentemente, mas sem deixar a terra encharcada ou com água no prato; nutra-as com adubo, uma vez por semana.
3º Solo ideal: arenoso com boa drenagem. Uma boa mistura de solo é a seguinte: 1 parte de terra comum de jardim, 1 parte de turfa e 2 partes de areia.
4º Pragas e doenças: Para as evitar, recomenda-se manter a planta bem arejada, sem excesso de humidade e qualquer tipo de stress.
A principal praga que ataca a Estrela-de-Natal é a mosca branca e as principais doenças são provocadas por fungos, como a podridão das raízes (Gen. Pythium), podridão dos caules (Phytophthora nicotiana), podridão cinzenta (Botrytis cinerea) e fusariose (Gen. Fusarium).
5º Como as manter de um ano para o outro: regue até meados de Março e depois deixe os caules murcharem. Quando as folhas cairem (no final da Primavera), pode os caules 2 a 3 dedos acima do solo e reenvase-os,  regando-os bem e mantendo-os à temperatura ambiente. Quando os novos rebentos começarem a crescer, faça uma adubação semanal para os manter nutridos. Um mês depois, coloque as plantas no exterior, num local com sombra para que se desenvolvam, antes de as colocar de novo dentro de casa em meados do Outono (num local com sol e bem regadas).
Nesta fase, deve manter as plantas em escuridão total entre as 17h e as 8h da manhã, a uma temperatura de cerca de 18ºC, até que refloresçam e produzam novas brácteas coloridas.
Com este tratamento, as brácteas vermelhas e as pequenas flores amarelas devem estar prontas para alegrar o Natal.

Dicas:

- é comum após a compra, algumas “folhas” ficarem amarelas e caírem. Não se assuste, é a planta a adaptar-se às suas novas condições;

- evite zonas de correntes de ar e mudanças bruscas de temperatura;

- espere que a superfície da terra comece a secar, para regar de novo abundantemente.

 

Por agora, a aplicação OpenPD (que pode descarregar aqui, http://www.openpd.eu/) não contempla as plantas ornamentais.

Acha que seria importante a sua inclusão na app? Dê-nos a sua opinião!

 

Fontes:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Poins%C3%A9tia

http://www.jardimdeflores.com.br/floresefolhas/A30poinsettia.htm

http://www.ball.com.br/arquivos/Ball%20Informacoes%20Culturais%20Poinsettia%2020070608.pdf

http://www.hgtv.com/design/outdoor-design/landscaping-and-hardscaping/how-to-care-for-poinsettias

http://www.telegraph.co.uk/gardening/how-to-grow/how-to-care-for-a-christmas-poinsettia/

http://www.aces.edu/pubs/docs/A/ANR-1272/ANR-1272.pdf

https://www.google.pt/search?q=estrela+de+natal+flor&tbm=isch&tbo=u&source=univ&sa=X&ved=0ahUKEwjw37XwyPHJAhWCRxoKHUg-CrgQsAQIHQ#imgrc=Bz0KQWYjVLE-7M%3A


 

0 comentários :

Enviar um comentário