O perfil do jovem agricultor português e o uso de novas tecnologias


De acordo com um estudo efectuado pela Comissão Europeia, através da sua Direção-Geral de Agricultura, que entrevistou 2205 jovens agricultores europeus com menos de 40 anos, o perfil do jovem agricultor em Portugal é o seguinte:

- tem em média 34,1 anos (superior à média europeia, que se apresenta com 29,4 anos);
- 71,2% tem educação superior (a média europeia apresenta um resultado de apenas 43,9%);
- 30,1% utilizam o Modo de Produção Biológico (mais do dobro da média europeia, que se situa nos 13,8%).

Esta informação resultou da análise de um universo de 75 entrevistados nacionais, que mostrou ainda outras conclusões:

- os trabalhos sazonais, a mão-de-obra qualificada, o acesso aos seguros, a cursos e ao crédito são as preocupações mais importantes para os jovens portugueses;
- o acesso à informação é obtida por estes jovens através de várias fontes, entre elas as feiras, os cursos agrícolas e as redes sociais;
- para os entrevistados, a falta de tempo foi apontada como o principal obstáculo ao acesso à informação, seguida pelas dificuldades de custo e linguagem.

Face a estas conclusões e dado que a população mais jovem tem maior disponibilidade para as novas tecnologias, uma aplicação móvel como o OpenPD, de descarregamento gratuito que permite não só a identificação rápida de pragas e doenças, como potencia a troca de conhecimentos entre uma comunidade que partilha a app, faz todo o sentido.

Saiba mais sobre o OpenPD em http://openpd.eu/ e siga também o nosso blogue http://blog.openpd.eu/.

Fontes:


0 comentários :

Enviar um comentário