Telemóveis - uma solução global?

De acordo com o Relatório Anual de 2015 do Banco Mundial, “o desenvolvimento da infraestrutura — nos sectores de energia, água, transportes e tecnologia da informação e comunicação (TIC) — é crítico para criar oportunidades de crescimento e reduzir a pobreza.”

Uma estratégia que aponte para soluções globais em prol de desafios locais nestes sectores, é essencial para o desenvolvimento económico e social, uma vez que liga pessoas a empregos, mercados e serviços sociais; uma das grandes possibilidades a explorar é a internet e as redes móveis.
Dados recentes mostram que a China, a Índia e os EUA estão no topo da lista dos países em que há um elevado número de telemóveis (Portugal ocupa a 41ª posição nesta lista de 55 países).
No entanto, os países que apresentam um maior número de telemóveis em % da população, são Hong Kong (150,3), Lituânia (148,4) e Estónia (147,8), o que significa que existe um considerável número de pessoas que tem mais do que um telemóvel. Destes, o único que se encontra no ranking dos países com internet mais rápida é Hong Kong (com uma velocidade média de 16,8 Mbps).
Comparativamente, em Portugal existem mais de 13 milhões de telemóveis num país com 10,5 milhões de habitantes (137% da população).

Já em África, os mais de 650 milhões de telemóveis existentes (um número superior ao dos EUA e Europa, em conjunto) são fundamentais para desenvolver o continente e colmatar a falta de infraestruturas, uma vez que estão a ser  usados como plataforma de acesso à internet e a aplicações móveis, entre outros serviços. Verifica-se mesmo que “em certos países africanos, há mais pessoas com acesso a um telemóvel do que a água corrente, uma conta bancária ou luz eléctrica”, segundo o relatório do Banco Mundial de 2013. 


Face a esta realidade, seria de esperar que se investisse mais nas TIC, mas o quadro a seguir, que condensa a informação relativa aos empréstimos do Banco Mundial por sector de actividade, revela que há outras prioridades.


EMPRÉSTIMOS DO BANCO MUNDIAL POR SECTOR: EXERCÍCIOS FINANCEIROS DE 2011-2015
(em Milhões de Dólares)

SETOR
EF11
EF12
EF13
EF14
EF15
Agricultura, Pesca e Silvicultura
2.128
3.134
2.112
3.059
3.027
Educação
1.733
2.959
2.731
3.457
3.534
Energia e Mineração
5.807
5.000
3.280
6.689
4.510
Finanças
897
1.764
2.055
1.984
4.054
Saúde e Outros Serviços Sociais
6.707
4.190
4.363
3.353
6.647
Indústria e Comércio
2.167
1.352
1.432
1.807
2.311
Informação e Comunicações
640
158
228
381
322
Administração Pública, Lei e Justiça
9.673
8.728
7.991
8.837
8.180
Transportes
8.683
4.445
5.135
6.946
5.151
Água, Saneamento e Proteção contra Inundações
4.617
3.605
2.220
4.332
4.760

O OpenPD, sendo uma aplicação para telemóveis que apoia a identificação de pragas e doenças, pode ser a solução para um primeiro diagnóstico de assistência técnica a nível agronómico, em países onde o acesso por via terrestre nem sempre é fácil.
Saiba mais sobre este projecto em http://www.openpd.eu/ e descarregue a app de forma gratuita.



Fontes:
http://goo.gl/KeqYqX





0 comentários :

Enviar um comentário