Tempo de cerejas… sem pragas nem doenças!

Apesar de a época das cerejas em Portugal ser essencialmente entre Maio e Julho, em pleno Agosto ainda se conseguem comprar em alguns locais. E a sua cor vermelho-escura e polpa carnuda tornam este fruto muito apetecível.
Aliada a estas características, são ainda: ricas em polifenóis e flavonóides, importantes antioxidantes, têm um bom teor de fibra, cálcio, ferro e vitamina C e desempenham uma função diurética devido ao elevado conteúdo em água e potássio.

E não é só o fruto que encanta…
Na época de floração (que marca a transição do Inverno para a Primavera), as cerejeiras são um dos espectáculos mais belos da natureza e que regalam a vista não só em Portugal (principalmente na zona do Fundão/Cova da Beira) como pelo mundo inteiro, sendo uma espécie muito apreciada no Japão.
Para os japoneses, a flor de cerejeira simboliza a beleza feminina, o amor, a felicidade, a renovação e a esperança e relacionam-na com a sua vocação guerreira que se baseava no lema “viver o presente sem medo”.
Para eles, é a sua flor nacional, à qual atribuíram o nome de “Sakura” e neste país estão identificadas mais de 300 variedades de cerejeiras.

Mas para que, tanto a flor como o fruto possam ser apreciados, as árvores têm que crescer saudáveis, sem pragas e doenças que as possam afectar, enfraquecendo ou provocando a sua morte.
Entre as mais comuns temos: a mosca da fruta (Ceratitis capitata), os afídeos (Myzus cerasi), as larvas de Caliroa cerasi, os diversos nemátodos e fungos, a moniliose (Monilinia fructigena) e o cancro bacteriano (Pseudomonas sp.).

Se tiver dúvidas, junte-se à comunidade OpenPD e depois de descarregar gratuitamente a app em https://goo.gl/Z8s1BD, faça a sua publicação no fórum e peça ajuda para identificar sintomas e obter dicas sobre medidas de combate.

Fontes:
http://goo.gl/jv6B75
http://goo.gl/kH25T5

0 comentários :

Publicar um comentário